EUA disparam míssil em novo teste para retaliar Coreia do Norte

EUA disparam míssil em novo teste para retaliar Coreia do Norte

EUA disparam míssil – Trump descarta solução diplomática, mas Pentágono o contradiz

HONOLULU — EUA disparam míssil balístico de médio alcance na terça-feira, num novo exercício militar para retaliar as provocações da Coreia do Norte. O lançamento aconteceu na ilha de Kauai, no Havaí. Militares a bordo de um navio americano rastrearam o alvo com um radar e o interceptaram. A movimentação acontece durante um período de elevada tensão e ameaças mútuas, em que o governo americano se contradiz sobre quanto ainda está disposto a tentar negociar com o regime asiático do líder Kim Jong-un.

No início desta semana, a Coreia do Norte avançou na sua ameaça nuclear e lançou um míssil balístico, que sobrevoou o Japão antes de cair no Oceano Pacífico. O disparo provocou alerta entre os japoneses da região por onde o artefato passou — moradores correram para abrigos, sirenes dispararam e até o trem de alta velocidade do país asiático foi paralisado momentaneamente.

Agora, autoridades americanas justificaram o seu novo lançamento dizendo que o procedimento eleva a capacidade dos EUA de derrotar mísseis balísticos no último estágio de voo. Os EUA prometeram continuar a desenvolver tecnologias de mísseis balísticos, para se manter à frente da ameaça norte-coreana.

CONTRADIÇÃO EM WASHINGTON

Nesta quarta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, descartou novas negociações diplomáticas com o regime de Kim. O republicano disse que “conversar não é a resposta”, um dia após o mais recente lançamento de Pyongyang.

“Os EUA têm conversado com a Coreia do Norte, e pagando a eles dinheiro de extorsão, por 25 anos. Conversar não é a resposta!”, escreveu o presidente no seu Twitter.

No entanto, a reação do Pentágono sobre a nova escalada de tensões foi bem diferente. No mesmo dia, apenas algumas horas depois, o secretário de Defesa, Jim Mattis, disse que ainda havia espaço para soluções diplomáticas. Antes de um encontro com seu homólogo sul-coreano, ele disse a repórteres:

— Nunca ficamos sem soluções diplomáticas. Continuamos a trabalhar juntos, e o ministro e eu compartilhamos a responsabilidade de garantir proteção às nossas nações, populações e interesses — disse Mattis.

Além disso, também nesta quarta-feira, Trump e o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, conversaram por telefone. Eles confirmaram que continuam em sua cooperação para responder à Coreia do Norte. O governo japonês vem pressionando os EUA a propor novas sanções contra os norte-coreanos ao Conselho de Segurança das Nações Unidas. Segundo diplomatas, novas punições poderiam mirar trabalhadores norte-coreanos empregados fora do seu país, o fornecimento de petróleo ao país asiático e as suas exportações têxteis.

Fonte.: O Globo

3 comentários em “EUA disparam míssil em novo teste para retaliar Coreia do Norte

  • maio 3, 2019 em 4:58 am
    Permalink

    Link exchange is nothing else however it is simply placing
    the other person’s website link on your page at appropriate place and other person will also do same in favor of you.

    Resposta
  • maio 13, 2019 em 8:53 am
    Permalink

    Thanks for sharing your thoughts on g. Regards

    Resposta
  • maio 17, 2019 em 9:05 am
    Permalink

    Valuable info. Lucky me I discovered your web site by accident,
    and I am shocked why this coincidence didn’t took place in advance!
    I bookmarked it.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *