EUA ameaça Coreia do Norte com “fogo e fúria como o mundo nunca viu”

EUA Ameaça Coreia do Norte – Pyongyang miniaturiza ogivas nucleares. Estas podem equipar mísseis com capacidade para atingir território americano

EUA Ameaça: “É bom que a Coreia do Norte não faça mais ameaças aos EUA. Eles enfrentarão fogo e fúria como o mundo nunca viu”, afirmou ontem o presidente, Donald Trump, após saber-se que Pyongyang conseguiu produzir ogivas nucleares com as dimensões adequadas para colocação em mísseis balísticos intercontinentais, segundo um relatório da Agência de Informações da Defesa (DIA, na sigla em inglês) a que teve acesso o The Washington Post.

O documento tem a data de 28 de julho último, precisamente o dia do mais recente disparo de um míssil balístico internacional do regime de Pyongyang que, de acordo com especialistas, tem agora capacidade de atingir território dos Estados Unidos com este tipo de armas. O The Washington Post notava que, no início da semana, o Ministério da Defesa japonês divulgara um documento em que se concluía no mesmo sentido

Segundo um especialista sul-coreano em questões de defesa, Kim Dong-yub, citado no final de julho no The New York Times, “não há dúvidas de que a Coreia do Norte tem agora mísseis com capacidade para alcançarem a maior parte do território” dos EUA. O mesmo analista especificou que, “dependendo do peso da ogiva”, estes mísseis têm um alcance de nove mil a dez mil quilómetros, o que “coloca toda a costa ocidental dos EUA no seu raio de ação”.

Após o lançamento, a 4 de julho, do primeiro míssil balístico intercontinental com capacidade de atingir território dos EUA, a agência de notícias de Pyongyang, a KCNA, divulgou declarações atribuídas ao líder do regime, Kim Jong-un, com este a declarar que o lançamento constituía “um sério aviso” aos EUA e que a Coreia do Norte estava agora em condições “de lançar um míssil balístico intercontinental a qualquer momento e a partir de qualquer lugar”.

Deixe seu comentário